a dor da saudade

a minha vida é uma loucura -não diferente da maioria das pessoas que trabalham 8, 10, 12 horas por dia (ou mais)-, nunca tenho tempo suficiente para estar com os amigos, família e até mesmo pra fazer uma ligação rápida -nem que seja só pra dizer: oi, lembro de você, como vai?, tenho saudade, te amo, qualquer dia vou te visitar etc- fico adiando para o dia seguinte, próxima semana e quando me dou conta não dá mais tempo (não aquele tempo que eu vivo enrolando), mas o para sempre, o tempo que uma simples ligação de segundos iria amenizar a dor que sinto toda vez que perco alguém.

mas hoje eu resolvi que está na hora de diminuir o ritmo, parar e refletir sobre o que eu quero, com quem eu quero estar, para quem eu quero ligar hoje, amanhã e agora.

quero lembrar de ligar/falar com quem amo sem precisar colocar numa lista de compromissos e tarefas na agenda. parar de fazer promessas de uma visita, quero é chegar de surpresa. não dar a velha desculpa: trabalho demais, não tenho tempo… quero é dizer: vivo 16 horas por dia. quero excluir pessoas negativas, tudo que preciso é de um pouco de humor. dizem que quem trabalha demais não ganha $, quero provar se é verdade ou não. cansei de procrastinar meus sonhos, ideias e os planos de ano novo.

a verdade é que mesmo depois de perder tantas pessoas queridas, eu não me acostumei com a morte, e nem pretendo… só não quero mais usar as palavras “e se” e “eu deveria”.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s